Notícia | CaradaWeb - Líderes mundiais tentam conter conflito entre Israel e Irã

Plantão
Mundo

Líderes mundiais tentam conter conflito entre Israel e Irã

Publicado dia 15/04/2024 às 11h54min | Atualizado dia 15/04/2024 às 12h31min
O governo israelense deu indicações de que não pretende agir sozinho de imediato contra o Irã

Líderes internacionais e a ONU entraram em campo para tentar conter um conflito entre Israel e o Irã, após o regime de Teerã lançar na noite de sábado uma série de ataques de uma agressividade nunca antes vista com drones e mísseis contra o território israelense. Ainda no domingo, o G7, que inclui as maiores economias do mundo, divulgou uma nota de “total apoio e solidariedade a Israel”, acusando o Irã de “provocar uma escalada [militar] regional incontrolável”. O Conselho de Segurança da ONU fez uma reunião de emergência no domingo, a pedido de Israel, para discutir o ataque. Falando aos conselheiros, o secretário-geral António Guterrez disse que o Oriente Médio estava à beira do abismo e que era hora de “todos darem um passo atrás”. Já o presidente dos EUA, Joe Biden, assumiu a liderança de um esforço internacional para reduzir a tensão entre os dois países. Ele insiste que o fato de Israel ter conseguido interceptar quase todos os artefatos iranianos lançados contra seu território foi uma grande vitória e tornaria desnecessária uma retaliação em larga escala. 

A relação entre Irã e Israel é tensa desde a Revolução Islâmica de 1979, mas atingiu um ponto de ebulição após os ataques terroristas do grupo Hamas, financiado por Teerã, em 7 de outubro do ano passado. No último dia 1, um bombardeio atribuído a Israel destruiu a embaixada iraniana em Damasco, na Síria, matando 12 pessoas, incluindo um general da Guarda Revolucionária. Na noite de sábado, o Irã lançou centenas de drones e dezenas de mísseis balísticos contra Israel, mas segundo Tel Aviv, 99% dos artefatos foram abatidos por seu sofisticado sistema de defesa antiaérea. A Jordânia, vizinha e hoje aliada de Israel, afirmou ter derrubado drones e mísseis que atravessaram seu território. O mesmo foi feito por forças americanas e britânicas estacionadas no Oriente Médio. 

O governo israelense deu indicações de que não pretende agir sozinho de imediato contra o Irã, enquanto avalia as possibilidades de resposta aos ataques de sábado. Mas manteve suas forças armadas em alerta máximo e informou que seus líderes aprovaram “tanto ações defensivas quanto ofensivas”. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu convocou para esta segunda-feira uma nova reunião do Gabinete de Guerra, criado após os atentados de 7 de outubro. 

Na avaliação de especialistas, o ataque iraniano a Israel foi perigoso, provocador e, aparentemente, projetado para falhar. Seu principal objetivo, creem, seria quebrar o tabu de atacar diretamente o território israelense, coisa que Teerã jamais havia feito. “O Irã parece ter concluído que não retaliar o ataque de Damasco traria mais desvantagens que benefícios”, diz Ali Vaez, do Grupo Internacional de Crise, ressaltando, porém, que a escolha das armas foi cautelosa, deixando de fora seus novos mísseis hipersônicos. “Eles claramente queriam algo espetacular, mas não fatal”, conclui. 

O Itamaraty divulgou uma nota pedindo “máxima contenção” para evitar um agravamento no conflito e afirmando que o governo acompanha a questão com “grave preocupação”. Já o embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zonshine, se disse desapontado pelo governo brasileiro não condenar explicitamente o ataque. 

Guga Chacra: “O regime de Teerã mostrou não ser um tigre de papel ao ter a coragem de realizar uma operação dessas contra um adversário claramente superior. Ao mesmo tempo, o ataque foi telegrafado e organizado para evitar uma escalada. Israel mostrou enorme força. Com a ajuda de aliados, interceptou praticamente todos os drones e mísseis disparados contra o país. O governo Netanyahu conquistou também uma grande vitória diplomática.” 

Fonte: Cara da WEB via New York Times/Meio/AP/Guardian/Político/CNN Brasil/Globo

Mais Populares

ÚLTIMAS Notícias

Não desanime

23 de maio de 2024 às 07:32:05

Dia do pedagogo

20 de maio de 2024 às 12:53:27

Fale Conosco

Senhor do Bonfim - BA
99144 - 8025 | | 991448025
lajatoba@yahoo.com.br