Notícia | CaradaWeb - Dia Mundial de Combate à AIDS

Plantão
Educação

Dia Mundial de Combate à AIDS

Publicado dia 01/12/2021 às 08h04min
Dia Mundial de Combate à Aids é comemorado em 1º de dezembro

1º de dezembro é o  335.º dia do ano ( 336.º em anos bissextos), estamos na 48ª semana de 2021 no 3º milênio do calendário gregoriano. faltam 30 dias para acabar o ano.

A lua de hoje está 10,54% visível e está decrescendo. Faltam 3 dias para a fase Lua Nova.

Fase atual: Quarto Minguante
Distância da Lua à Terra: 368.296,51 km
Idade da Lua: 26,42 dias
Próxima fase da Lua: Lua Nova

Previsão do tempo para Senhor do Bonfim - BA hoje

Tempo: Nublado

Temperatura: 31º/20º 

Sensação térmica: 23ºC

Umidade: 100%

Possibilidade de Chuva: 25%

Velocidadade do vento: 7.9Km/h

Índice de Qualidade do ar: 17

Dia Internacional de Combate à AIDS

Dia Mundial de Combate à Aids é comemorado em 1º de dezembro e tem por função primordial alertar toda a sociedade sobre essa doença. A data foi escolhida pela Organização Mundial de Saúde e é celebrada anualmente desde 1988 no Brasil, um ano após a Assembleia Mundial de Saúde que fixou a data de comemoração.

Aids é uma doença causada pelo vírus HIV, geralmente por contato sexual desprotegido com pessoa contaminada, mas pode ser também transmitida por transfusão sanguínea e compartilhamento de objetos perfurocortantes. Diferentemente do que muitos pensam, ser HIV positivo não é o mesmo que ter Aids. A Aids é o estágio mais avançado da doença, quando o sistema imunológico encontra-se bem debilitado.

A Aids é uma doença que não mata por si só. Por causar um grande impacto no sistema imunológico, o paciente fica sujeito a doenças oportunistas, como a pneumonia, que surgem no organismo nesse momento de fraqueza. Assim sendo, não se morre de Aids, morre-se das complicações geradas pelas doenças oportunistas.


Breve histórico da Aids
Os primeiros casos de Aids foram descobertos nos Estados Unidos, Haiti e África Central em 1977 e 1978, mas só foram classificados como a síndrome em 1982, quando se compreendeu melhor a doença. No Brasil, o primeiro caso foi diagnosticado em São Paulo, em 1980. As formas de transmissão da doença começaram a ser entendidas em 1982.

Nessa época, o preconceito ainda era muito grande. A falta de conhecimento sobre a doença levou à adoção do nome doença dos 5H:

homossexuais,
hemofílicos,
haitianos,
heroinômanos (que usam heroína),
hookers (termo em inglês que se refere a prostitutas).
Somente em 1985 começou-se a falar em comportamentos de risco em substituição ao termo grupos de risco.

Em 1991, iniciou-se a compra de medicamentos antirretrovirais para distribuição gratuita e, em 1993, o Brasil começou a produção do coquetel que trata a Aids (AZT). Somente em 1996 foi criada uma lei sobre o direito do doente de receber o medicamento gratuitamente, o que impulsionou a melhora da qualidade de vida dos milhares de infectados. O Brasil avançou na luta contra a doença e, em 1999, já disponibilizava 15 diferentes medicamentos para tratar a Aids.

Veja também: HPV – grupo de vírus que infecta mucosas e a pele

Por que é importante ter um Dia Mundial de Luta contra a Aids?


A Aids, apesar de ser uma doença sem cura, não é mais considerada uma sentença de morte imediata.
A Aids, até o momento, é uma doença que não possui cura, portanto, é necessária uma proteção eficiente contra ela. Ao criar um Dia Mundial de Combate à Aids, o objetivo era chamar a atenção sobre esse problema, desde sua prevenção até seu tratamento, e acabar com o preconceito.

É importante mostrar para a população que não se contrai Aids com um simples aperto de mão ou abraço em um paciente. É importante mostrar também que uma pessoa com o vírus pode relacionar-se e trabalhar normalmente. Além disso, deve-se mostrar que, hoje, a Aids não é uma sentença de morte e que é possível, sim, viver bem com a doença. Porém, também devemos nos preocupar com sua transmissão, uma vez que é uma doença sem cura e que pode afetar a qualidade de vida de uma pessoa.

O dia 1º de dezembro serve, portanto, como um alerta sobre a Aids e como uma forma de repensarmos nossas atitudes com os portadores da doença. Não se trata de um dia exclusivo para informações de saúde, é um dia que também nos remete à compaixão e solidariedade.

CURIOSIDADE: O laço vermelho utilizado na luta contra a Aids foi criado em 1991 pela Visual Aids de New York, que queria fazer uma homenagem aos amigos com a doença. A cor vermelha remete ao sangue e à paixão.

 Por Vanessa Sardinha dos Santos

Fonte: mundo educação/Calendar/wikipédia/

Mais Populares

ÚLTIMAS Notícias

Teixeira de Freitas - BA: Boletim do COVID

09 de agosto de 2022 às 18:27:26

Teixeira de Freitas - BA: Rodoviária é fechada

09 de agosto de 2022 às 04:28:17

Fale Conosco

Senhor do Bonfim - BA
99144 - 8025 | | 991448025
lajatoba@yahoo.com.br